Hematoma subdural crônico “O Alzheimer tratável!”

Hematoma subdural crônico “O Alzheimer tratável!”

Neurologia

O Hematoma Subdural Crônico (HSDc) geralmente se desenvolve em idosos após traumatismo craniano leve. Pessoas mais jovens também podem apresentar HSDc, especialmente se tiverem algum distúrbio de coagulação, convulsões ou abusarem de álcool.

Os sintomas costumam aparecer de semanas a um mês após o evento traumático e são eles: dor de cabeça, confusão, dificuldade de memória ou para falar, paralisias, crises convulsivas, sonolência excessiva e nos casos graves coma e morte. Não é necessário que todos os sintomas estejam presentes para suspeitar do diagnóstico, é muito frequente que haja apenas dor de cabeça, ou uma perda confusional progressiva por exemplo.

É importante que se pense nesse diagnóstico em pacientes idosos que comecem a apresentar depressão de rápida instalação, ou mesmo um quadro semelhante ao Alzheimer, mesmo que não se identifique história de queda ou batida de cabeça. Pela fragilidade das veias dentro do crânio do idoso, uma “chacoalhada” imperceptível da cabeça pode levar a um hematoma subdural. O HSDC é uma das causas de demências curáveis!

Em casos de hematomas pequenos, especialmente se não houver sintomas, pode-se optar pela observação clínica e seguimento com imagens. Mas, geralmente, o tratamento do HSDC é cirúrgico, são em geral cirurgias de pequeno porte e se precoces resolutivas, com uma excelente melhora do paciente e de sua qualidade de vida.

Dr. Giancarlo G. Bregalda (CRM/SC 16372 | RQE 10264)

Dra. Candice G. Bregalda (CRM/SC 25746 | RQE 16494)

Dr. Emanuel M. Webber (CRM/SC 16721 | RQE 26313 | RQE 14035)