Fisioterapia pélvica

Fisioterapia pélvica

Fisioterapia

A pelve é responsável pelas funções urinária, fecal e sexual humana, além da função obstétrica. Problemas locais são as disfunções da estabilidade pélvica e interferem diretamente na qualidade de vida de pessoas em qualquer idade.

O assoalho pélvico é composto por estruturas de sustentação: fáscias pélvicas, ligamentos e músculos. Todas essas estruturas são essenciais no suporte e manutenção dos órgãos pélvicos em suas posições fisiológicas.

A fisioterapia tem papel fundamental na reabilitação do assoalho pélvico, diminuindo, eliminando ou prevenindo possíveis disfunções. É indicada para incontinência urinária (perda de até mesmo poucas gotas de urina), retenção urinária (dificuldade em urinar), constipação intestinal (dificuldade em evacuar), incontinência anal (perda de fezes ou gazes), prolapsos genitais, disfunções sexuais, dores pélvicas. Na gestação a fisioterapia é importante no pré e pós-parto, prevenindo possíveis desconfortos e melhorando a qualidade de vida de mulheres nessa fase.

DRA. JULIANA COPPO RONCATO (CREFITO 8/220737-F)