Cirurgia CRÂNIO MAXILO FACIAL

Cirurgia CRÂNIO MAXILO FACIAL

Otorrinolaringologia

A Cirurgia Crânio Maxilo Facial, ou simplesmente Cirurgia Crânio Facial, originou-se modernamente da evolução de várias especialidades cirúrgicas que se desenvolveram simultaneamente, como a Neurocirurgia, a Cirurgia Plástica, a Cirurgia de Cabeça e Pescoço, a Otorrinolaringologia e a Oftalmologia. Do ponto de vista semântico esta denominação engloba intervenções cirúrgicas realizadas na face, ou na transição crânio faciais, através de acessos combinados que incluem invariavelmente o acesso intra-craniano. Para o profissional médico ter essa graduação, deve obrigatoriamente ser inicialmente: Otorrinolaringologista, cirurgião de Cabeça e Pescoço ou Cirurgião Plástico. Após isso poderá receber treinamento para cirurgia Crânio Maxilo Facial.

A CIRURGIA CRÂNIO MAXILO FACIAL ENGLOBA O TRATAMENTO DE:

• Deformidades congênitas com grande impacto no esqueleto crânio-facial como: microssomia hemicraniofacial, Pierre-Robin, Treacher-Collins (disostose mandibulo-facial), cranioestenoses com importante acometimento orbital (plagiocefalia, trigonocefalia, braquicefalia) e as craniofacioestenoses (Apert, Crouzon).

• Tumores/câncer que envolvem a transição crânio-facial e pescoço

(tumores benignos e malignos).

• Deformidades pós-traumáticas faciais (soluções reconstrutivas

e cosméticas).

• Deformidades secundárias a fissuras de face

ou lábio-palatais.

• Deformidades dos maxilares como as observadas nas dento-esqueléticas com indicação da denominada cirurgia ortognática ou cirurgia esquelética facial.

Dr. Rodolfo C. Toledo Filho (CRM/SC 19341 | RQE 11052 | RQE 15953)